Mensagens

Um Caminhar diferente!

Imagem
Até ao momento, ainda não tive oportunidade de voltar a fazer o Caminho de Santiago. Falta de tempo e um pouco de vontade, fazem-me estar sentada no sofá e sem vontade de pegar na mochila e sair em busca de setas amarelas 😊
Entretanto, quando desafiada a ir ter com um grupo de peregrinos que estavam a Caminho, não hesitei! É bem certo, por nós até perdemos o interesse, mas pelos outros, as coisas já mudam e falo por mim, pelos outros só não faço o que não conseguir.
E assim foi, liguei o GPS e fiz-me ao Caminho (de carro). Fui ter com o grupo de peregrinos do CUFC (Centro Universitário de Fé e Cultura – Aveiro), no caso, a Redondela. Enquanto jovem trabalhadora, fui desafiada a falar do papel de Jesus Cristo na minha vida. Neste ano letivo, a imagem que tinha de Cristo mudou ligeiramente. Crescemos juntos. Digamos que enquanto criança, tinha uma imagem de Jesus como criança, entretanto como cresci… Jesus cresceu também comigo 😊 A imagem que neste ano me acompanhou, foi a de Cristo a c…

O arcebispo do Concílio de Trento

Imagem
Eu sou Bartolomeu Fernandes dos Martires, nasci em Lisboa em maio de 1514. Recebi o hábito dominicano a 11 de novembro de 1528. Faleci a 16 de julho de 1590, mas apenas reconhecido a 18. Fui aclamado pelo povo como o “Arcebispo Santo”, pai dos pobres e dos enfermos. O meu tumulo está na antiga igreja dominicana em Viana do Castelo. Venho hoje aqui apelar-vos ao aprofundamento e à formação da fé. Este desafio de viver humildemente numa constante entrega de nós próprios e em coerência entre a crença e a ação. Este é o desafio: todos somos chamados à santidade, de sapatilhas, de salto alto, de jeans ou de calções, o nosso caminho deve ser o de um aprofundamento constante da relação com Jesus Cristo. Os Cristãos de hoje têm de conhecer Jesus, deixar o Espirito Santo entrar em si, para serem capazes de O tornar presente em cada acto do quotidiano vivido. O “Arcebispo Santo” é um apelo à renovação da Igreja, cada um de nós pode viver o Espirito de Amor a partir de situações concretas, numa …

O mês dos girassóis

Imagem
“Não podemos prever o que vem a seguir, depois de mais um passo ter sido dado. Parece que uma força irresistível e invisível nos impele a agir e feliz serei se estiver sempre pronta a seguir estes suaves impulsos”. Teresa de Saldanha
Foram muitos os passos que foram dados até este momento, em que completo um mês em terras timorenses, um mês a viver esta nossa missão. Cada dia é sem dúvida uma tremenda surpresa e resta-nos ser girassóis, deixando-nos guiar pela fonte de vida que Ele é, que nos inspira sempre. Torna-se caricato como esta imagem do girassol me acompanhou durante todo este mês. Primeiro, no aeroporto de Singapura, naquele “Jardim dos Girassóis”,  onde, em oração, me dispus completamente nas Suas mãos para que, com a Sua graça, pudesse sempre ser as Suas mãos. Ser um pequeno girassol em busca da Sua luz e calor, ser um pequeno girassol que se ergue ao Sol, quer acreditar e só assim se consegue dar como alimento às abelhas. E, para terminar, quando decidi mostrar o filme “…

Santiago: liga o GPS do teu coração

Imagem
Mais um ano... Mais uma vez o  CUFC (Centro Universitário Fé e Cultura) decidiu organizar uma peregrinação a Santiago, porque sozinhos vamos mais rápido e juntos vamos mais longe...
Tivemos reuniões, caminhada, sonhámos mediante o lema: "Liga o GPS do teu coração e segue-O".

Hoje dia 16 começamos a Aventura até Santiago de Compostela, com a noção de que a grande caminhada que precisamos fazer é a do coração.


Num grupo único, mas em que recordo e trago cada um que já fez o caminho comigo, que me ensinou a ser peregrina, também me preparo para aprender e caminhar...
A todos os que se cruzarem com este blogue, "Bon caminho".
Ir. Flávia Lourenço, óptimo

Missão e periferias

Imagem
Hoje no Encontro das Novas Gerações, a decorrer em São Domingos de Benfica, na casa mãe da Congregação, tivemos connosco, o Mestre Geral, Frei Bruno Cadoré.
Falou-nos fraternalmente com o entusiasmo de São Domingos. Quando falamos de missão geralmente falamos do trabalho que fazemos. Mas Jesus, filho do Pai quis fazer-se da nossa família, para que nós queiramos voltar a ser familiares de Deus" (São Tomás de Aquino).
Somos irmãos e a salvação passa também pelas nossas comunidades. A Ordem dos Pregadores é a ordem dos amigos de Deus.

Este rosto de Cristo desenhado por um irmão, nos traços vermelhos representa o vinho, a Eucaristia, num rosto bondoso, que se entrega a nós. No rosto de Domingos, desenhado mais tarde também se espelha a bondade e o olhar-nos de frente... Tal como Jesus a paixão pelo mundo, pela salvação/ felicidade do outro, foi central na sua vida.
Em Domingos se congrega esta grande família  da qual tanta gente faz parte.
Ir. Flávia Lourenço, op

A Amizade

Imagem
Que o melhor de vós mesmos Seja para o vosso amigo. Se tem de conhecer o refluxo da vossa maré, Que conheça também o fluxo.
Pois, para que serve o vosso amigo, Se o buscais para matar o tempo?
Buscai-o sempre para as horas vivas.
Pois compete-lhe resolver a vossa necessidade, E não encher o vosso vazio. E na doçura da vossa amizade Haja também o riso e os prazeres partilhados.
Porque no orvalho das pequenas coisas O coração encontra a sua manhã e a sua frescura. 
In O profeta; khalil Gibran

Encontro das Novas Gerações

Imagem
"Chegou o grande dia!
Vindas do Brasil, Angola, Moçambique, Paraguai, Timor-Leste, Albânia e Portugal, representantes das Irmãs mais novas da Congregação reuniram-se para começar o Encontro das Novas Gerações."
O encontro iniciou-se pelas 8h da manhã, na capela de S. José, da Casa-mãe com a oração de Laudes,  "Na abertura oficial do encontro, que decorreu no Salão Nobre, recentemente restaurado, para acolher este encontro, a Madre Geral saudou as 32 participantes, fazendo memória da trajetória da congregação. Disse-nos: depois de 1910, é a primeira vez que se realiza um encontro internacional de Irmãs nesta casa, para aqui bebermos, com alegria, das fontes e das origens… (…) faço-vos o convite a viver este tempo de graça, Kairós, numa atitude de fé e de amor para discernirmos os passos a dar na obra da nossa querida MF (Teresa de Saldanha), para a projetar no futuro.                                                        in Pelas cronistas do encontro:                    …